Cabofriense vence a Portuguesa e ainda sonha com as semifinais da Taça Rio

A Cabofriense engatou a terceira vitória seguida no Campeonato Carioca neste domingo (11) ao derrotar a Portuguesa por 2 a 1, no Giulite Coutinho, pela penúltima rodada da Taça Rio. Com o resultado, o time ainda sonha com vaga na semifinal da Taça Rio – tem os mesmos nove pontos que o Flamengo, vice-líder do Grupo B, e perde no saldo. De quebra, tem chances também de chegar à Série D do Brasileirão, estando dois pontos abaixo do Boavista.

Por sua vez, a Lusa perdeu a chance de encaminhar a classificação às semifinais pelo Grupo C. A equipe insulana agora terá pela frente o Flamengo para definir a continuidade ou não no campeonato. Já a Cabofriense também enfrenta um grande: o Fluminense, com o mando de campo, mas no Moacyrzão. Os dois jogos acontecem no próximo domingo (18), às 16h.

Gols só no segundo tempo

Apesar de proporcionarem um bom primeiro tempo, Portuguesa e Cabofriense não balançaram as redes. A primeira grande chance foi da Lusa, aos 15 minutos, com chute de Maicon Assis e boa defesa de George. Já o Tricolor Praiano, bem no jogo, também assustou Milton Raphael: aos 32, Kaká Mendes arriscou chute aos trancos e barrancos, mas a bola acabou indo para fora.

Já na segunda etapa, as equipes finalmente encontraram o caminho do gol. Logo aos dois minutos, Bruno Tubarão cobrou escanteio e Lucas Cunha foi no terceiro andar para cabecear e abrir o marcador. João Carlos Ângelo, que havia perdido Jhonnatan lesionado no intervalo, sacou Muniz para a entrada de Alexandro aos 14, lançando a Portuguesa ao ataque.

Três minutos depois, veio o empate. Philip cobrou escanteio fechado na direção de Alexandro, que disse ter resvalado na bola antes de entrar. No entanto, a arbitragem chefiada por Bruno Areu de Araújo deu gol olímpico do camisa 11. Sem nada a perder, a Cabofriense foi em busca da vitória, e Antônio Carlos Roy pôs o atacante Luan na vaga de Maranhão.

Apenas seis minutos depois da substituição, veio o gol da vitória. Após ótimo trabalho de pivô de João Carlos, Bruno Tubarão soltou a bomba e deu números finais ao jogo. Apesar da insistência da Portuguesa, o Tricolor Praiano saiu do Giulite Coutinho com a vitória.

A partida
Portuguesa 1×2 Cabofriense – Taça Rio, 5ª rodada – 11/03/2018 às 15h45
Estádio Giulite Coutinho (Mesquita – RJ)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Assistentes: Daniel de Oliveira Alves Pereira e André Roberto Smith Silveira
Portuguesa: Milton Raphael; Cássio, Marcão, Luan e Diego Maia; Muniz (Alexandro, 14’/2ºT), Jhonnatan (Ygor, intervalo) e Maicon Assis (Alanzinho, 30’/2ºT); Romarinho, Tiago Amaral e Philip. Técnico: João Carlos Ângelo.
 
Cabofriense: George; Wellington Júnior, Lucas Cunha, Victor Silva e Dieguinho; Levi (Leomir, 34’/2ºT), Kaká Mendes e Bruno Tubarão; Watson (Rafael Pernão, intervalo), João Carlos e Maranhão (Luan, 24’/2ºT). Técnico: Antônio Carlos Roy.
Cartões amarelos: Ygor (POR); Victor Silva (CAB)
Gols: Lucas Cunha, 2’/2ºT (0-1); Philip, 18’/2ºT (1-1); Bruno Tubarão, 30’/2ºT (1-2)
Público: 94 pagantes
Renda: R$ 1.240,00
Fonte: Futrio

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*